Docker: Comandos basicos

O processo de instalação no Ubuntu e derivados você pode encontrar aqui e para Windows aqui.

Sintaxe do comando Docker: 

usuario@host# docker [OPTIONS] COMMAND [ARG...]

O docker é uma CLI (comand-line interface).

usuario@host# docker --version
Docker version 19.03.5, build 633a0ea838

O –version é uma opção. Para ver outras opções execute o comando man docker

usuario@host# docker run hello-world

O run é um comando do docker. Ao executar esse comando, caso a imagem hello-world não exista na sua máquina, o docker solicita ao docker hub e baixa a imagem

Listar os containers em execução

docker ps

Listar todos os containers da máquina

docker ps -a

Na saída do comando, cada coluna tem seu significado:
IMAGE -> imagem que esse container utilizou 
COMMAND -> O comando que foi executado
PORTS -> Se o container estiver respondendo em uma porta, aparecerá aqui.
NAMES -> Se não for dado um nome ao container o docker dará um nome a ele.

Listar as imagens da minha máquina

docker images

Na saída do comando, cada coluna tem seu significado:
REPOSITORY -> Nome da imagem
TAG -> versão da imagem

Criar um container com interatividade, terminal e dando um nome

docker run -ti --name [nome] [nome-da-imagem] /bin/bash

Exemplo: docker run -ti –name desenvolvimento ubuntu /bin/bash

O /bin/bash é um comando que eu posso executar ao rodar o container.

O –name [nome] é um nome que você pode dar para o container.

Criar e executar um container em background (demon)

docker run -d [imagem]

Criar um container com limitação de memória

docker run -ti --memory 512m --name teste ubuntu 

Criar um container a partir de uma versão específica de imagem

docker run [nome-da-imagem]:[versao]
Exemplo: docker run centos:7

Finalizar o container por dentro

CTRL+D

Esse atalho finaliza o  processo principal do container e por conseguinte encerra o finaliza.

Sair do container sem finalizar

CTRL+P+Q

Entrar em um container já em execução

docker attach [CONTAINER ID | NOME-CONTAINER]

Dar um STOP no container

docker stop [CONTAINER ID | NOME-CONTAINER]

Dar um START em um container ‘stopado’

docker start [CONTAINER ID | NOME-CONTAINER]

Dar um PAUSE no container

docker pause [CONTAINER ID | NOME-CONTAINER]

Despausar um container

docker unpouse  [CONTAINER ID | NOME-CONTAINER]

Saber o consumo de recursos do container

docker stats  [CONTAINER ID | NOME-CONTAINER]

Saber o consumo dos processos rodando no container

docker top [CONTAINER ID | NOME-CONTAINER]

Listar os logs do container

docker logs [CONTAINER ID | NOME-CONTAINER]

Remover um container

docker rm [CONTAINER ID | NOME-CONTAINER]

Se o container estiver em execução você precisa acrescentar o parametro -f:

docker rm -f [CONTAINER ID | NOME-CONTAINER]

Saber todas as informações sobre um container

docker inspect [CONTAINER ID | NOME-CONTAINER]

Criar um container passando um volume

docker run -ti -v /volume [nome-da-imagem] [comando]

Descobrir onde está o diretório no HOST-DOCKER que foi criado o volume

docker inspect -f {{.Mounts}} [CONTAINER ID | NOME-CONTAINER]

Criar um container mapeando um diretório local para um volume dentro do container

docker run -ti -v /diretorio-no-host-docker:/volume [nome-da-imagem] [comando]

Referências

Descomplicando o docker v1 (Linux Tips)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *